22/10/2015

Novidades outubro 2015

As Palavras Interditas até Amanhã - Andrade, Eugénio de

Nada podeis contra o amor.
Contra a cor da folhagem,
contra a carícia da espuma,
contra a luz, nada podeis.

Podeis dar-nos a morte,
a mais vil, isso podeis
- e é tão pouco.
Enviar um comentário