29/10/2015

Novidades outubro 2015 III

Poesias Ortónimo - Pessoa, Fernando

O que dizer sobre o poeta mais genial da língua portuguesa? 
Deixemos que seja o próprio a fazê-lo:

Se estou só, quero não ‘star,
Se não ‘stou, quero ‘star só.
Enfim, quero sempre estar
Da maneira que não estou
Enviar um comentário