19/06/2010

José Saramago

Morreu José Sramago, Prémio Nobel da Literatura em 1998.
José Saramago nasceu na aldeia de Azinhaga, concelho de Golegã (Ribatejo), no dia 16 de Novembro de 1922.
Exerceu várias profissões (serralheiro mecânico, desenhador, funcionário da saúde e da previdência social, editor, tradutor, jornalista) antes de se dedicar à escrita literária. Publicou o seu primeiro livro, um romance ("Terra do Pecado"), em 1947, tendo estado depois sem publicar até 1966. Mas as marcas características do seu estilo surgem com o romance Levantado do Chão (1980), livro no qual retrata a vida de privações da população pobre do Alentejo. Dois anos depois (1982) surge Memorial do Convento, livro que conquista definitivamente a atenção de leitores e críticos.

Algumas frases de José Saramago:
É ainda possível chorar sobre as páginas de um livro, mas não se pode derramar lágrimas sobre um disco rígido.
Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar.
Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara.
Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos.

Já uma vez, aqui partilhámos a história de Sramago: A maior flor do mundo, repetimo-la, hoje, pela sua beleza e simplicidade.

Enviar um comentário