02/04/2010

Dia Internacional do Livro Infantil

Hoje celebra-se o Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil. A data escolhida homenageia Hans Christian Andersen, um dos maiores autores de literatura infanto-juvenil.

Andersen nasceua 2 de Abril de 1805, na ciade de Odense na Dinamarca. Era de origem humilde, o seu pai era sapateiro. Apesar de algumas dificuldaes, Andersen aprendeu a ler muito cedo.

Ainda muito jovem, perde o pai e vê-se forçado a trabalhar para ajudar a sustentar a família. Em 1819 vai para Copenhaga, onde procura encontrar trabalho. Apesar de ter tido muitas dificuldades quando chegou à capital, a sua sorte mudou definitivamente quando conheceu o director do Teatro Real, Jonas Collin. Graças à sua ajuda, Andersen estuda canto e dança e vai escrevem algumas peças de teatro. A partir de 1833 começa a publicar obras dramáticas, diários, apontamentos de viagens e alguns romances. Obras dedicdas a ujm público adulto.

O reconhecimento internacional só chega em 1835, com a publicação da obra Contos, traduzida para uma infinidade de idiomas e dirigida a um publico juvenil. Continua a escrever e em 1872 já tinha publicado um total de 156 contos. Os contos mais antigos são de raiz popular: Companheiro de Viagem, Os Cisnes Selvagens.

Mais tarde, Andersen dedica-se ao conto literário no mundo das fadas. Nas suas histórias Andersen procurava transmitir padrões de comportamento que deveriam ser adoptados pela sociedade, mostrando os confrontos entre os poderosos e os desprotegidos, os fortes e os fracos. A sua intenção era demonstrar que todos os homens deveriam ter direitos iguais.

Entre os títulos mais divulgados da obra de Andersen encontram-se: "O patinho feio", "O soldadinho de chumbo", "A roupa nova do Imperador", "A pequena sereia" e "A Menina dos Fósforos". Estes textos fazem parte do imaginário da maioria das crianças do mundo inteiro e alguns já foram adaptados para o cinema, o teatro, a televisão, etc.

Todos os anos, o International Board on Books for Young People (IBBY) atribiu a Medalha Hans Christian Andersen aos maiores nomes da literatura infanto-juvenil. Este ano a medalha foi atribuída a David Almond, pelo conjunto da sua obra dedicada ao público mais jovem.

Títulos de David Almond publicados em português


Enviar um comentário