13/02/2014

FEVEREIRO - NOVOS LIVROS VIII



- “ Um Comércio Respeitável” – Philippa Gregory
“ 1787. Bristol é uma cidade em franco crescimento, uma cidade onde o poder atrai os que estão dispostos a correr riscos. Josiah Cole, um homem de negócios que se dedica ao comércio de escravos, decide arriscar tudo para fazer parte da comunidade que detém o poder da cidade. No entanto, para isso, Cole vai precisar de capital e de uma esposa bem relacionada que lhe abra as portas necessárias.
Casar com Frances Scott é uma solução conveniente para ambas as partes. Ao trocar as suas relações sociais pela proteção de Cole, Frances descobre que a sua vida e riqueza dependem do comércio respeitável do açúcar, rum e escravos.
Entretanto, Mehuru, um conselheiro do rei de Ioruba, em África, é capturado, vendido e enviado para Bristol, onde será educado nos padrões ocidentais por Frances, por quem, inexoravelmente, se irá apaixonar.”

- “ O Haiku das Palavras Perdidas” – Andrés Pascual
“ Nagasáqui, Agosto de 1945. Kazuo, um rapaz ocidental a viver no Japão, e Junko, a bela filha de uma desenhadora de arranjos florais, combinaram encontrar-se numa colina para selar o seu amor adolescente com um haiku ( poema japonês de dezassete sílabas) que guarda um segredo sobre essa relação. Poucos minutos antes do encontro, a bomba atómica transforma a cidade no pior dos infernos.
Tóquio, Fevereiro de 2011. No momento em que a sua vida parece desmoronar-se, Emilian Zäch, suíço arquiteto, assessor das Nações Unidas e defensor da energia nuclear, conhece uma galerista japonesa, obcecada por encontrar o antigo amor de uma pessoa de família.
Através destas duas histórias paralelas e do seu surpreendente encontro final, Andrés Pascual tece uma comovedora teia sobre a importância de interiorizar as tragédias do passado para enfrentar os desafios do presente e assim se poder escrever o destino.”

- “ Cartas da nossa Paixão” – Karen Kingsbury
“ Ellie Tucker e Nolan Cook são mais do que amigos. Apesar de terem apenas quinze anos, ele repete-lhe constantemente que ela nunca irá encontrar alguém que a ame tanto.
Mas uma tragédia familiar obriga Ellie a partir subitamente. Na véspera desse dia triste, ela e Nolan sentam-se sob o velho carvalho do parque onde partilharam tantos momentos felizes e escrevem uma carta um ao outro, que enterram numa caixa de metal enferrujado. Combinam regressar exatamente onze anos depois, e lerem em conjunto as duas cartas.
Passaram os anos e os dois nunca mais se encontraram. Ellie tem hoje vinte e seis anos e é mãe solteira, lutando diariamente para sustentar a sua filha. Nolan conseguiu realizar o sonho de se tornar jogador de basquetebol e é uma famosa estrela da NBA. Mas desde o dia em que o pai sucumbiu a um ataque cardíaco, Nolan sofre com a solidão. Afogado num oceano de dor, pensa frequentemente em Ellie, a paixão da adolescência que nunca esqueceu, e na inocência da infância que partilharam.
À medida que se aproxima a data, Ellie e Nolan sonham com o reencontro sob o velho carvalho. Mas será que, onze anos depois, ainda há 


Enviar um comentário