11/02/2011

A Chandeleur

Como é tradição na nossa escola, no dia 2 de Fevereiro, celebrou-se mais uma vez a Chandeleur, dinamizada por professores e alunas de Francês.

Em França, no dia 2 de Fevereiro, celebra-se La Chandeleur, a Candelária, o Dia da Luz, 40 dias depois do Natal. O nome tem origem na palavra « candeia ». A tradição nasceu na época dos romanos, em que se realizava uma festa em honra do deus Pan. Durante toda a noite, os fiéis andavam nas ruas de Roma acenando tochas. Em 472, o Papa Gelasius 1º decidiu cristianizar o dia que celebra a apresentação de Jesus ao templo.
A Candelária passou então a simbolizar a purificação da Virgem Maria. Nesse dia, faziam-se procissões de velas em honra da Virgem.

Hoje, a Candelária é o dia dos crepes e constitui um momento mágico no seio das famílias francesas.
A tradição dos crepes remete para um mito distante em que se acreditava que se não tivéssemos crepes no dia da Candelária, o trigo se deterioraria durante o ano. Além disso, ao fazer crepes , devemos respeitar outro costume, a da moeda de ouro. De fato, os camponeses faziam saltar o primeiro crepe com a mão direita, mantendo uma moeda de ouro na mão esquerda. Quem virar o seu crepe com habilidade, não o deixando cair no chão, será feliz até à Candelária seguinte.

Na nossa escola, é sempre um dia de festa, como no retrata o filem seguinte.
chandeleur 2011 on PhotoPeach


Enviar um comentário